Cirurgiões-Dentistas intensificam participação no combate à covid-19

O Conselho Federal de
Odontologia (CFO) reforça a importância dos Cirurgiões-Dentistas no combate à
covid-19, em diversas frentes de trabalho. Neste momento pandêmico, o Cirurgião-Dentista
fortalece, cada vez mais, a linha de frente enquanto equipe multiprofissional em
hospitais, em prontos atendimentos, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também
nas equipes de imunização, a exemplo do Paraná e do Distrito Federal. Essa reorganização
do fluxo de atendimento do Cirurgião-Dentista foi intensificada aos pacientes
que estão intubados nos hospitais e também para apoio na aplicação de vacinas em pontos de imunização.

No enfrentamento à pandemia, a Odontologia Hospitalar ganhou nova evidência, ainda mais fundamental devido ao longo tempo de internação, intubação e ventilação mecânica de pacientes, situação que gera inúmeros agravos à cavidade oral, sendo pertinentes à Odontologia o diagnóstico e o tratamento. Nesse contexto, a assistência odontológica hospitalar é realizada exclusivamente à beira leito pelo Cirurgião-Dentista, tanto para pacientes internados em enfermaria quanto em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A defesa do CFO sempre foi pautada pela capacidade profissional do Cirurgião-Dentista de restabelecimento da saúde bucal e da resolução das complicações que acontecem durante a internação prolongada, o que ganhou mais relevância neste período pandêmico. Consistente literatura científica demonstrou que a assistência em saúde bucal nas UTIs é capaz de reduzir tempo de internação, riscos de infecção e gastos hospitalares. Além de permitir o diagnóstico precoce de doenças graves e a melhoria na qualidade de vida do paciente, o que inclui diminuição de gastos com antibiótico e terapia de alto custo, rotatividade e disponibilidade de leitos.

Esse trabalho do CFO foi conduzido intensamente no Congresso Nacional para tornar obrigatória a prestação de assistência odontológica a pacientes em regime de internação hospitalar. Após anos de articulação parlamentar do Sistema Conselhos de Odontologia e aprovação unânime em Comissões e Plenários da Câmara e do Senado, em junho de 2019, o PLC 34/2013 que garante essa assistência à população foi vetado.

Para o Presidente do CFO, Juliano do Vale, é inegável a contribuição de todos os profissionais de saúde no combate à pandemia, mas poderia ser ainda maior se o PLC 34/2013 que assegura essa assistência em saúde bucal da rede pública tivesse sido sancionado. “Com toda a certeza o ganho seria coletivo à população se a presença dos Cirurgiões-Dentistas fosse assegurada em lei federal em todos os hospitais do Brasil. Comprovadamente, a melhora da saúde bucal impacta na diminuição das intercorrências durante a hospitalização e na vida de milhares de pacientes em um momento tão complicado como o de pandemia que estamos vivendo”, completou.

Por Michelle Calazans, Ascom CFO.
imprensa@cfo.org.br

O post Cirurgiões-Dentistas intensificam participação no combate à covid-19 apareceu primeiro em CFO.

Fonte: Notícias

Faça um comentário

*