Vacina covid-19: Ministério da Saúde repassa às coordenações estaduais ordem de priorização dos profissionais de Odontologia

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) reforça à categoria as orientações complementares do Ministério da Saúde sobre a ordem de priorização da aplicação da vacina aos trabalhadores da saúde, o que inclui os profissionais de Odontologia. A prioridade para imunização é destinada aos indivíduos que trabalham em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde; ou seja, que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde, a exemplo de hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais

As orientações pontuam para ordem de imunização: 1 – Equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação dos grupos elencados para as 6 milhões de doses; 2 – Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas (Serviço de Acolhimento Institucional em Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência); 3- Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de covid-19; e 4 – Demais trabalhadores de saúde.

O documento esclarece que que todos os trabalhadores da saúde dos estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde serão contemplados com a vacinação, entretanto a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme disponibilidade de vacinas e risco de adoecimento do trabalhador, em função de sua atividade, ou seja, aqueles que atuam na assistência direta ao paciente terão prioridade. Ressalta-se ainda que as especificidades e particularidades regionais serão discutidas nas esferas estaduais e municipais.

Para o CFO, as orientações vão ao encontro do trabalho desenvolvido pela Autarquia em defesa do cumprimento da prioridade na vacinação dos profissionais da Odontologia, junto à Procuradoria-Geral da República. “Com essas novas orientações, nossa expectativa é que os profissionais de Odontologia, assim como os demais trabalhadores da saúde, sejam devidamente respeitados enquanto grupo prioritário na ordem de vacinação estabelecida na Campanha Nacional de Vacinação contra a covid-19. Precisamos de medidas efetivas para esse cumprimento”, ressaltou o Presidente do CFO, Juliano do Vale.

CLIQUE AQUI e acesso as orientações na íntegra.

O post Vacina covid-19: Ministério da Saúde repassa às coordenações estaduais ordem de priorização dos profissionais de Odontologia apareceu primeiro em CFO.

Fonte: Notícias

Faça um comentário

*